24 de maio de 2013

TÉCNICA DO TAP / PTT MANUAL.

Olá meus amigos do laboratório de análises clínicas. Hoje, em postagem rápida, vou deixar aqui a técnica do TAP / PTT manual. Ou seja, ser... thumbnail 1 summary
Olá meus amigos do laboratório de análises clínicas. Hoje, em postagem rápida, vou deixar aqui a técnica do TAP / PTT manual. Ou seja, será mais uma postagem para pesquisa ou quando alguém esquecer e precisar realizar o coagulograma manual, só recorrer ao nosso espaço MPC.

Bom, vamos só pincelar um pouco sobre o coagulograma; O TAP (tempo de protrombina ativada) e PTT (tempo de tromboplastina parcial) são exames que medirão o tempo que o sangue demora em coagular e é muito utilizado em pré-operatórios e quando o paciente apresenta sangramento E em outras suspeitas clínicas.  A cascata da coagulação inicia-se com a ativação das plaquetas e é completada pela ação dos fatores da coagulação. Logo, o TAP PTT vai medir esses fatores.

O exame pode ser feito de forma automatizada, porém em muitas emergências o exame será realizado manualmente por não possuir o equipamento; Então, aqui fica a  técnica para vocês:

Material necessário:
Pipetas
Tubos de ensaio
Ponteiras
Reagentes TAP/ PTT / cloreto de cálcio
Cronômetro
Plasma do paciente / tubo azul, citrato.
Banho maria

TAP (TEMPO DE PROTROMBINA ATIVADA)


Em um tubo de ensaio, coloque 200 microlitros do reativo TAP e coloque no banho maria por cinco minutos. Decorrido o tempo, pipete no reagente aquecido 100 microlitros do plasma do paciente e dê start no cronômetro e pause-o no momento em que houver a coagulação. É importante que o exame seja feito em local claro para que possibilite a boa visão.

PTT (TEMPO DE PROTROMBINA)


Em um tubo de ensaio adicione 100 microlitros do plasma do paciente + 100 microlitros do reativo PTT. Coloque o tubo no banho maria por cinco minutos. Decorrido o tempo, pipete 100 microlitros de cloreto de cálcio no tubo do plasma+reativo PTT e dê start no cronômetro e conte os segundos.  

Se este blog foi útil para você, peço que se inscreva no meu canal no Youtube.



INSCREVA-SE!!!

3 comentários

  1. boa, agora lembrei. kkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Tubos de ensaio pequenos podem dar resultados diferentes de tubos grandes?

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, eu estou cursando Patologia Clinica, estou precisando ajuda para prova, qual a diferença entre Tap e PTT, se estiver alguem disposto eu agradeço, E gual seu objetivo na realizaçao. me envia Cleuzariodasostras@yahoo.com.br

    ResponderExcluir