23 de setembro de 2012

O que é Líquor? - Líquido Cefalorraquidiano

O que é líquor? O líquor (líquido cefalorraquidiano) é conhecido popularmente por “Líquido da espinha”. Através dele é possível in... thumbnail 1 summary


O que é líquor?

O líquor (líquido cefalorraquidiano) é conhecido popularmente por “Líquido da espinha”. Através dele é possível investigar diversas doenças infecciosas, parasitárias, tumorais e degenerativas. O líquor é produzido no cérebro e aloja-se pelo espaço entre a superfície do cérebro e o crânio e também ocupa os espaços na medula espinhal. As doenças infecciosas que podem afetar o sistema nervoso central podem ser diagnosticadas pela análise do líquido transparente.

Qual a função do líquor?



Podemos dizer, numa linguagem de fácil entendimento, que o líquor é uma proteção ao Sistema Nervoso central. Como estamos sempre em movimentos, o líquido cefalorraquidiano protege, como se fosse um colchão, o nosso sistema nervoso dos impactos que possa sofrer. Pelo líquor, também se transportam as células do sistema de defesa. E não podemos deixar de ressaltar que é através do líquor que o sistema nervoso é suprido com os nutrientes necessários e também é removidos os resíduos do metabolismo SNC, substâncias estranhas e drogas do SNC.
Como é feita a coleta do Líquor?
É feita através de um procedimento médico chamado punção lombar ou suboccipital (logo abaixo do crânio). Também pela punção lombar, onde o paciente é colocado deitado, com as pernas encolhidas, de lado e com o pescoço para baixo. Vejamos a ilustração para que assim entendamos melhor:
 Como a quantidade de líquor retirada é uma quantidade pequena, não faz falta ou acarreta danos ao corpo humano.
A principal complicação da punção lombar é que o paciente pode sentir dor de cabeça, na região frontal da cabeça ou atrás da cabeça, que ocorre em 10 a 30% dos casos. Essa dor de cabeça tem início de 12 a 48 horas após o procedimento, e pode durar vários dias, até mesmo semanas. Em geral ela piora na posição ereta e é aliviada quando a pessoa deita.
A síndrome de cefaléia pós-punção lombar pode causar dor na nuca e coluna, dormência nas pernas, rigidez do pescoço, vômitos e náuseas, visão turva, tonturas, vertigem ou zumbido. TODOS esses sintomas são aliviados por simples medidas posturais, ingestão de líquidos e analgésicos.




Algumas doenças que podem alterar o líquor:

-  Meningites
-  Infecções viróticas
-  Tumores ou abscessos cerebrais
-  Pseudotumor cerebral
-  Encefalopatia saturnina
-  Neurossífilis parética
-  Síndrome de Guillain-Barré
-  Hemorragia cerebral
-  Tumor medular
-  Trombose cerebral

Se este blog foi útil para você, peço que se inscreva no meu canal no Youtube.



INSCREVA-SE!!!

6 comentários